Bem Vindo ao site Poconé On Line o Portal Internacional do Pantanal. email luisfernando@poconeonline.com
Poconé - MT, 16 de Janeiro de 2019, 08h03   |   Tempo: Mín. ºC | Máx. ºC
Facebook WhatsApp
(65) 9998-1070

Para deputado, o problema de MT não é a arrecadação, mas sim não saber administrar

59 visualizações
Fonte: Muvuca

Por: Helena Corezomaé

 

 

Ederson Dal Molin, popularmente conhecido como Xuxu Dal Molin (PSC), eleito para deputado estadual de Mato Grosso, declarou em entrevista à Rádio Capital FM, que não adianta encher o cofre do estado de dinheiro, se não é bem administrado.

“O FEF, (Fundo emergencial) também vem sendo pago, e as contas do Estado só pioraram, então o problema não é arrecadar dinheiro. O problema é que o dinheiro vai para o ralo, com as mordomias do cabide de emprego”, afirmou Xuxu.

O parlamentar, que vem da região de Sorriso, reconhecida como a Capital Nacional do Agronegócio e maior produtor individual de soja do mundo, criticou o projeto que foi encaminhado pelo governador Mauro Mendes (DEM) á Assembleia Legislativa, que tem o objetivo de ampliar a taxação do agronegócio no estado.

Para Dal Molin, o estado deveria pensar inicialmente em enxugar os empregos do Executivo, antes de propor o aumento de impostos ao setor.

“Se primeiro a gente encher o cacho de dinheiro, como é que nós vamos cortar as mordomias e os privilégios de outros poderes”, questionou Dal Molin.

Conforme o parlamentar, a antiga gestão empurrava a administração do estado “com a barriga”. Contudo, ele defende que o governador corte os funcionários comissionados, para que sobre dinheiro, que deve ser investido na saúde.

“Nós não podemos mais empurrar o Estado do Mato Grosso com a barriga. Porque se nós não enxugarmos esse ralo, não vai ter dinheiro pra investir na nossa saúde, que é prioridade número um”, defendeu o parlamentar.

Outro tema defendido pelo deputado é a industrialização dos bens primários produzidos no estado. “Falei com o governador, nós temos que chamar todo o setor, eles têm que industrializar o algodão aqui, a soja, o milho. O milho está sendo industrializado, estamos fazendo etanol de milho, mas não foi um programa do Estado”, finalizou.  

Dal Molin toma posse como deputado na 19ª Legislatura do Parlamento de Mato Grosso em 1º de fevereiro.