Empaer comercializa 40 mil alevinos de tambatinga em apenas um dia

0
210
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Começou na sexta-feira (31), a venda de alevinos da espécie Tambatinga, na Estação de Piscicultura da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), localizada no município de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao Sul de Cuiabá). O Chefe da Estação, Francisco de Souza Filho, fala que está previsto a comercialização de 800 mil alevinos para recria e engorda em cativeiro até o mês de maio. As vendas serão realizadas às sextas-feira.

No primeiro dia de venda do ano compareceram mais de 30 produtores rurais e foram vendidos em torno de 40 mil alevinos. Conforme Francisco, a espécie tambatinga é muito procurada pelo sabor do peixe, aparência e crescimento. Em menos de 10 meses, o peixe chega a pesar de 1.800 gramas a 2.100 gramas pronto para o abate. “Hoje colocamos a venda alevinos medindo de três a cinco centímetros e de cinco a oito centímetros. Na próxima semana a previsão é disponibilizar alevinos medindo de oito a dez centímetros”, explica.

O engenheiro de pesca da Empaer, Enock Alves dos Santos, fala que a empresa desenvolve alevinos de qualidade e híbridos livres de enfermidades. Durante a aquisição dos alevinos o produtor recebe orientação técnica com informações desde a seleção da área para escavação do viveiro até a comercialização do peixe. Para criação é recomendado que sejam utilizados 800 peixes num viveiro de mil metros quadrados (20×50) que sejam retirados todos após 12 meses.

De acordo com Enock, após a retirada dos peixes é importante esgotar a água do viveiro, deixar secar ao sol por alguns dias e retirar toda matéria orgânica que por ventura aparecer no fundo da represa. O ambiente limpo fica livre da geosmina, um tipo de alga que transmite o sabor de barro para a carne do peixe. “O manejo deve ser feito quando retirar todos os peixes, tornando a água mais rica em oxigênio. A transparência do tanque deve ficar próximo aos 30 centímetros da lâmina d’água”, esclarece Enock.

O produtor rural Apenides Fernandes do Nascimento e sua esposa, Nenise da Cruz, proprietários da Chácara Formosa, localizada na comunidade Mangueiral, no município de Nossa Senhora do Livramento, compraram cinco mil alevinos. Com uma venda mensal de mil quilos de pescado por mês, o produtor possui em sua área de cinco hectares, três represas para engorda de peixes. “Há mais de 10 anos, venho na Estação da Empaer comprar alevinos e nunca tive perda ou problemas na criação”, enfatiza.

A Chácara Calu, localizada no Recanto da Siriema, no município de Cuiabá, possui duas represas para criação de peixes. O proprietário Carlos Tadeu Pedroso compra alevinos da empresa há mais de seis anos e nesta sexta-feira adquiriu 700 alevinos. Ele conta que no início a criação de peixes era apenas para o consumo da família e hoje está virando um negócio que pode dar lucro e renda.

O preço do milheiro do peixe está em torno de R$ 230, de três a cinco centímetros, de cinco a oito por R$ 280 e de oito a dez centímetros por R$ 330. Para realizar a compra acima de cinco mil alevinos é necessário fazer reserva e encomendar pelo telefone: (65) 99973 5421. O transporte é por conta do produtor.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.