Júlio Campos é arrolado como testemunha em quatro ações por desvios na AL

0
28
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Arthur Santos da SilvaFoto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Pré-candidato ao Senado pelo Democratas, Júlio Campos deve prestar depoimento como testemunha em quatro ações contra o ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro, casos relacionados aos desdobramentos da Operação Arca de Noé. As audiências já estão marcadas para o dia primeiro de abril.
Umas das ações versa sobre a empresa fantasma Ed-Maluco Reparos e Serviços, supostamente utilizada para desviar R$ 1,9 milhão dos cofres da Assembleia Legislativa.A empresa teria sido utilizada para forjar operações com a Assembleia a fim de possibilitar o desvio de recursos, posteriormente “trocados” na Confiança Factoring, propriedade de João Arcanjo Ribeiro.

Os cheques emitidos em favor da empresa fantasma eram sacados na “boca do caixa” por representantes da própria Assembleia. Segundo a denúncia, os recursos desviados pagaram despesas pessoais e até de campanhas eleitorais dos ex-deputados José Riva e Humberto Bosaipo.

Nome ao Senado

Júlio Campos assinou no começo de fevereiro um documento se colocando à disposição do Democratas como pré-candidato ao Senado. A disputa acontecerá em 26 de abril, definindo quem irá assumir a vaga da ex-juíza Selma Arruda, cassada por corrupção eleitoral.

Além de Júlio, outro nome conhecido que prestará depoimento nas quatro ações é o ex-deputado estadual Gilmar Fabris

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui