Festival divulga talentos do interior de MT

0
24
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.
CULTURA EM CASA

Da Redação

Além de transmitir trabalhos de diversas linguagens e segmentos artísticos, o Festival Cultura em Casa tem possibilitado ainda a divulgação e o reconhecimento dos talentos existentes no interior de Mato Grosso. Realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT) com o objetivo de minimizar os impactos da pandemia da Covid-19 no setor cultural, o festival online conta com a participação de artistas de vários municípios mato-grossenses. De fora da região metropolitana de Cuiabá e Várzea Grande, foram selecionados 45 projetos que ajudam a fortalecer os laços de identidade regional e a economia da cultura por todo o Estado. De artes teatrais e circenses, literatura, tradições à música e dança, as produções do interior revelam a riqueza das manifestações culturais ao mesmo tempo em que conectam o povo mato-grossense aos artistas da região.

A cantora e compositora Luana Cardoso, da dupla Lunalê que se apresenta no domingo, às 16h, é um dos talentos que vem do interior. Com os trabalhos do duo que faz com Alessandra Grandini, Luana vive da música há três anos, tocando em bares e eventos da região de Sinop e fazendo em média de 10 a 15 shows por mês. A participação da dupla no Festival trouxe novas possibilidades que vão muito além do cachê considerado fundamental neste período cancelamentos de trabalhos devido às medidas de distanciamento social.

“Para nós, o festival online faz com que nos aproximemos de lugares distantes, não só da capital, mas de todas as outras cidades envolvidas. Também ajuda a nos desafiar, a sair da zona de conforto principalmente em relação à tecnologia. Faz com que a gente compreenda que talvez a distância não seja tão grande assim e que podemos mostrar o valor da nossa cultura regional. E, o mais importante de tudo, conhecer outros artistas que também estão na luta, faz com que nos sintamos menos sozinhos. No meio de tanta dificuldade, é bom se sentir amparado”, expõe Luana.

Do município de Alto Garças e começando a carreira em Rondonópolis, a cantora Allana Mota encantou o público na transmissão feita no último sábado (16.05). Com um show acústico simples e descontraído, Luana e seu parceiro Cláudio Pacheco tocaram e cantaram sucessos musicais. Para Alana, participar do Festival é uma grande oportunidade de mostrar ao Estado e ao país as habilidades da dupla.

“O Festival Cultura em Casa ajuda muito divulgar a carreira de artistas como nós que são do interior do Estado. Além de possibilitar o contato com outros profissionais, fazer uma apresentação com a chancela do Governo do Estado também ajuda a impulsionar nosso trabalho”, comenta a cantora.

Fundador do Grupo Capuerê em Tangará da Serra, Alexandre Paulo Gomes, o Mestrando Paraná, apresenta a oficina Bom de Capoeira, no domingo (24.05), às 9h. Mestrando Paraná, que atua também em vários projetos no próprio município e parcerias com outras escolas nos estados de Rondônia e Acre, considera o edital do Festival Cultura em Casa um grande incentivo aos profissionais da cultura em Mato Grosso.

“O festival está sendo muito importante, a cultura precisa demais de incentivos como esse, temos grandes artistas em Mato Grosso e o Festival além de agregar experiência e divulgar nosso trabalho, ajuda nessa fase que estamos passando. A Secretaria está de parabéns, nós artistas estávamos precisando desse apoio”, declara o capoeirista.

Outras atrações do interior

Vários artistas de municípios do interior do Estado já se apresentaram no Festival Cultura em Casa, tais como:  Dilampião e Junina Abalantes do Sertão, de Barra do Garças; a dupla Maik & Marcelo Viola, de Peixoto de Azevedo; Hugo uzenza, de Sorriso; Ismael Diniz, de Cáceres; Vinícius Ronan, de Rondonópolis; Daniele Lembi, de Campinápolis; e Cia Alegris e Oz Ferreira, de Chapada dos Guimarães.

Nesta sexta-feira (22.05), às 14h, J.Queiroz, de Tangará da Serra, transmite a oficina de desenho e caricatura. E, às19h30, tem show da dupla Jorge Henrique e Raniel, de Juína.

No sábado (23.05), artistas residentes em Chapada dos Guimarães tem seus projetos transmitidos por meio do Festival. Às 18h, Santian e Monarco apresentam o Vídeo Arte – Projeto Crêonças. Já às 13h acontece a transmissão do audiovisual Dança para Preto Velho, de Perseu Azul.

No domingo (24.05), Jaderson Ibrahim, de Tangará da Serra, traz a Oficina Street Dance, às 14h30.  Logo mais, às 15h30, é a vez do também tangaraense Welington Machado Rondon, o Japa, apresentar a oficina Afrodance- Ritmos Aeróbicos. E, às 20h, acontece o show da Banda Stillu’s de Rosário Oeste.

Demais transmissões do fim de semana

O Festival Cultura em Casa traz ainda várias outras atrações de sexta a domingo. Toda a programação e os respectivos endereços de transmissão estão disponíveis no site www.festivalculturaemcasa.com.br. As lives são transmitidas diretamente das redes sociais dos artistas.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui