Especialista fala sobre cuidados com a moda do “emagrecimento facial”

0
141
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Da Redação NS

Tem se tornado bastante comum no Brasil e no mundo pessoas conseguindo eliminar desconfortos estéticos de um rosto com aparência arredondada com um procedimento chamado bichectomi. Celebridades do cinema e da música aderiram a intervenção cirúrgica e a procura popular tem crescido substancialmente.

As bochechas ressaltadas, aliás, são queixas bem mais comuns do que se imagina, sobretudo de mulheres que procuram ajuda profissional para dar forma mais afinada no rosto. A bichectomia é uma cirurgia com anestesia local (odontológica) e consiste basicamente na retirada de uma “almofada de gordura bucal”.

A Drª Mara Kenia Dier, especialista em harmonização facial, em Cuiabá, e referência em todo Centro-Oeste, elencou a grande procura pela intervenção ao NS, mas ressaltou que maior parte dos pacientes podem encontrar soluções mais “simples” para a demanda.

“A harmonização facial tem o objetivo de buscar simetria ao rosto, trazendo proporcionalidade. A bichectomia teve um “boom”, fizeram muito, mas houve uma banalização. É importante lembrar que é possível afinar o rosto sem a realização de um procedimento tão invasivo”, explicou.

A especialista explica que a bola de bichat, que é o corpo adiposo do rosto onde fica acumulada a gordura, fica localizada em um local com nervos e artérias importantes. A remoção de forma descuidada pode levar até mesmo a paralisia facial.

“Não é para todo mundo! Não é o único caminho para afinar o rosto e é importante ainda lembrar, aliás, que afinar o rosto nem sempre é necessário para se alcançar a simetria. O emagrecimento facial pode ser feito de outras formas, como com a aplicação de enzimas para diminuir a gordura do rosto, por exemplo”, pontuou Dier.

A especialista aprofunda a análise dizendo que a bochecha muitas vezes pode ganhar realce no rosto por uma falta de harmonia que não necessariamente seja causada pelo tamanho da mesma, mas por outros componentes da face.

“Às vezes a pessoa acha que tem a bochecha muito grande, mas, na verdade, só tem essa sensação porque existe uma desproporção entre as bochechas e uma outra região da face. Uma situação como essa pode ser resolvida com um preenchimento”, exemplificou.

Outra questão importante, segundo Mara Kenia, é que a bola de bichat não fica nas maçãs do rosto, e sim, um pouco abaixo, o que pode levar a decepção de muitos pacientes com o resultado da cirurgia. “Muitas pessoas não têm essa informação, fazem a bichectmia e acabam ficando frustradas”, comentou.

A renomada profissional de Mato Grosso, ainda faz o alerta da importância da busca de profissionais que forneçam um elevado custo-benefício, não somente custo. Ela reitera que mesmo sendo uma vontade expressa do paciente, é muito importante que exista uma honestidade na relação entre contratado e contratante.

“É imprescindível em qualquer procedimento de harmonização que se faça uma boa anamnese (entrevista feita pelo profissional de saúde) no paciente para que sejam conhecidas suas reais necessidades. Nenhum procedimento estético é capaz de curar um problema emocional e a pessoa que não entende isso acaba realizando diversos procedimentos desnecessários, ficando sempre insatisfeita. A bichectomia, por exemplo, é irreversível”, lembrou.

Mara Kenia ainda ressaltou que embora a bichectomia possa apresentar bons resultados estéticos não os tem como função primeira. Segundo ela, pode ser uma solução para uma pessoa que constantemente morda a parte interna da boca, por exemplo, ao mastigar ou falar. “Ela deve ser feita apenas em casos muito específicos”, finalizou.

A famosa atriz, Angelina Jolie, foi uma das celebridades a realizar a bichectomia e ajudar na popularização do procedimento

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.