Campanha será 100% online, avalia jornalista especializado em marketing digital

0
94
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Da Redação – Carlos Gustavo Dorileo Foto: Divulgação

“Teremos uma campanha quase 100% midiática”. É a avaliação do jornalista, especializado em Marketing Digital pela ESPM, Humberto Frederico, que já trabalhou em diversas eleições no Estado. Ele considera que, por conta da pandemia, as pessoas terão medo de saírem de casa para irem a reuniões política-eleitorais, o que ampliará a importância das mídias sociais, digitais e imprensa.
 
O jornalista reforça que isso poderá baratear a campanha, mas também alerta que favorece os políticos mais tradicionais, pelo fato de serem mais conhecidos. Segundo ele, quem pretende ser candidato pela primeira vez, já deveria ter começado a trabalhar as redes ou pelo menos iniciar neste momento.

“Em época de eleição, ocorre um acúmulo de candidatos, consequentemente de informação nas redes. Fica muito mais difícil, diria até mesmo quase impossível, se destacar somente durante o período eleitoral, pelo acúmulo de candidatos tentando chamar a atenção do eleitor”, afirmou.

Para Humberto Frederico, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda precisa ser mais claro sobre as regras eleitorais com uma campanha realizada no meio de uma pandemia.

“O TSE e o Congresso Nacional só têm discutido o adiamento da eleição, mas eu acredito que o momento é o de discussão de muito mais do que isso, tem que ter regras claras sobre aglomeração de pessoas em um período eleitoral que não teremos ainda a vacina”, disse ele.

De qualquer maneira, Frederico alerta que os candidatos não devem priorizar somente as redes sociais (Facebook e Instagram). “As pessoas já devem organizar a sua lista de WhatsApp e Telegram. Hoje há sistemas para fazer esta organização, e como será uma reunião com pouco contato pessoal, as ligações e mensagens para os eleitores fará a diferença”.

O jornalista, por fim, recorda que quem se importou minimamente com o trabalho digital e com a organização no pleito de 2018, saiu vitorioso nas urnas, mesmo sem tanto recurso financeiro.

“A pandemia em Mato Grosso e Cuiabá ainda não está no pico, segundo especialistas, e poderá acontecer isso durante a o período eleitoral. Os candidatos devem se preparar para fazer uma campanha totalmente diferente”, finalizou ele.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.