Em operação, PF mira fraudes contra meio ambiente que causaram rombo de R$ 150 milhões

    0
    82
    Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

    Da Redação – Wesley Santiago

    Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

    A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta terça-feira (15), a ‘Operação Token’, com o objetivo de combater crimes contra o meio ambiente em Mato Grosso. O foco da investigação são fraudes nos certificados digitais.O prejuízo causado pelos criminosos gira em torno de R$ 150 milhões.
    Ao todo, estão sendo cumpridos cinco mandados de prisão e 48 de busca e apreensão em Mato Grosso e Goiás, Tocantins, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo e Distrito Federal, de onde a operação é baseada.
    Em Mato Grosso, estão sendo cumpridas ordens de busca e apreenssão nas seguintes cidades: Primavera do Leste, Itanhangá, Marcelândia, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Tangará da Serra, Rondonópolis e Guarantã do Norte.

    Conforme as investigações, o grupo obteve certificados digitais (tokens) de fiscais, gerentes e gestores do Ibama por meio de fraude documental, com uso de dados de servidores e objetivo de adulterar, ilícitamente, sistemas do órgão ambiental.

    Eles teriam beneficiado proprietários rurais e empresários do ramo de exploração florestal e agropecuária com áreas embargadas no Pará e em Mato Grosso.

    Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.