TALENTO REGIONAL; Com 2,8 milhões de seguidores, cuiabano bomba no Tik Tok

0
119

Brenno Rigazzo conquistou o público com seus desenhos; ele também tem fama no Instagram e YouTube

Arquivo Pessoal

Brenno Rigazzo faz desafios e mostra seus desenhos nas redes sociais

VITÓRIA GOMES
DA REDAÇÃO

Com apenas 19 anos, o cuiabano Brenno Rigazzo se tornou um fenômeno na internet e conquistou mais de 2,8 milhões de seguidores em uma das redes sociais de maior sucesso na atualidade, o Tik Tok. Encantando o público com seus desenhos e jeito descontraído, o jovem hoje se dedica a sua arte enquanto alcança cada vez mais reconhecimento na plataforma.

Em entrevista ao MidiaNews, Brenno conta que desde os 5 anos já era incentivado pelos pais a se entreter usando o desenho como ferramenta. Sem muita afinidade com esportes, ele afirma que mãe era quem comprava tintas e lápis de cor para ele e seus irmãos poderem pintar e se distrair. Desde então a paixão pela veia artística só cresceu para o cuiabano.

Ao longo desses 14 anos, o jovem desenhou quase todos os dias e, apesar de sua mãe ter tentado, nunca ingressou em nenhum curso para ajudar a aperfeiçoar seus primeiros traços. Foi com muita prática, dedicação e alguns vídeos no YouTube que Brenno conseguiu evoluir seu talento e criar suas próprias preferências em relação a sua arte.

Postei o vídeo a tarde e de noite já estava com 800 mil curtidas, no mesmo dia já tinha ganhado 100 mil seguidores, foi um surto. Aqui em casa a gente não estava entendendo o que estava acontecendo. Não esperava toda essa repercussão dos meus vídeos, mas fico bastante feliz por isso ter acontecido.

Segundo o cuiabano, antes de entrar no Tik Tok como criador, ele seguia outras contas e assistia aos vídeos postados por outros influenciadores. A plataforma foi lançada em 2016 e, apesar do surgimento recente, manteve um crescimento exponencial até chegar no auge de popularidade, com mais de 1 bilhão de usuários em todo Mundo.

Vendo este cenário favorável, em setembro do ano passado, Brenno adotou seu apelido (@_brezz) e resolveu se aventurar e arriscar ao desenvolver seus primeiros conteúdos, mas primeiramente não com seus desenhos, e sim fazendo comédia.

“Nunca fui de ficar mostrando meus desenhos e isso era até um problema quando era pequeno, porque eu fazia e jogava fora, inclusive por isso minha mãe não tem meus desenhos antigos, já que sempre escondia dela. Só depois decidi mostrá-los na internet e acabou que deu certo”, relembra.

Foram cinco meses antes que ele começasse a ter coragem de exibir sua arte aos seguidores que já o acompanhavam. E mesmo depois de engatar essa nova faceta de sua conta, ele ri ao contar que por algum tempo mantinha amigos e familiares bloqueados para que eles não pudessem ver o conteúdo que ele criava no Tik Tok.

No início não havia muitas visualizações em seus vídeos de desenho. Porém, o jovem conta que tinha consciência de que o reconhecimento não aconteceria instantaneamente. E, mesmo sem os grandes números, era algo que ele gostava de fazer e se divertia, por isso seguia em frente com o conteúdo artístico.

Foi no dia 7 de agosto que Brenno viu a situação mudar. O primeiro vídeo a viralizar e conseguir 1 milhão de curtidas foi um desafio de pontilhismo, técnica de pintura em que o artista utiliza apenas pontos para construir uma imagem. O pedido foi feito por um seguidor no comentário de vídeos anteriores, e dali em diante o jovem começaria uma jornada de reconhecimento que nem ele mesmo esperava.

“Postei o vídeo a tarde e de noite já estava com 800 mil curtidas, no mesmo dia já tinha ganhado 100 mil seguidores. Foi um surto. Aqui em casa a gente não estava entendendo o que estava acontecendo. Não esperava toda essa repercussão dos meus vídeos, mas fico bastante feliz por isso ter acontecido”, afirma.

A vida na internet

Com o crescimento acelerado de sua conta no Tik Tok, o cuiabano ganhou notoriedade na internet e seus seguidores se expandiram para seu perfil no Instagram, onde mais de 264 mil pessoas o acompanham. E para seu recente canal no YouTube, que já soma 111 mil inscritos.

O sucesso fez com que Brenno se deparasse com uma nova realidade de ser um influenciador e criador de conteúdo na internet. Ele explica que não teve muito tempo para assimilar ou até mesmo negar rótulo, porque quando percebeu os próprios seguidores diziam que o cuiabano era uma inspiração e um incentivo para suas vidas de artistas.

Arquivo Pessoal

Brenno Rigazzo

Brenno desenha desde os 5 anos e faz arte com tinta, canetinha, lápis e outros materiais

Apesar da alegria em viver este sonho de reconhecimento, o cotidiano na internet fez o jovem perceber que suas ações não traziam consequências só para ele, mas poderiam afetar diretamente cada uma daqueles admiradores que acompanhavam seu conteúdo. Esta consciência fez com que uma nova carga de responsabilidade fosse adicionada naquela atividade, que antes era só descontração para Brenno.

Em paralelo a esta nova realização, ele destaca a importância de mostrar a sua verdade e não deixar os seguidores colocarem-no em um pedestal de perfeição e idolatração. Se humanizar em frente a milhares de pessoas foi um ato corajoso e necessário para ele pudesse manter tanto a sua saúde mental quanto do público que o acompanhava.

“Me preocupa as pessoas pensarem que eu só faço desenho bonito, ou pensarem que sou perfeito na minha arte e um monte de elogio. Eu não gosto disso, porque eu sou humano, todo mundo erra, nem sempre faço desenhos bons ou fico satisfeito com eles. Então eu gosto de enfatizar isso ao meu publico”, explica.

Além da carga de responsabilidade recém-descoberta, Brenno também precisou lidar com outra consequência ao se envolver com a internet, que foi a onda de comentários negativos e de ódio de alguns anônimos. Embora se considere sortudo por não receber uma grande quantidade de julgamento, o jovem confessa que já foi vítima dos chamados “haters”.

O jovem afirma que foi essencial ter seus pais ao lado dando apoio e incentivando-o a continuar todos os dias. No entanto, ele ainda se entristece ao se deparar com os comentários de ódio, seja apara ele ou outro amigo. Para Brenno, a questão é a falta de empatia e a liberdade que é oferecida nas redes sociais, que incentiva a continuidade da onda de negatividade gratuita.

“Na internet as pessoas vestem uma máscara e acham que não vai afetar, que o outro não vai ser atingido, mas atinge. Tenho muitos amigos que já sofreram com isso, de ficar dias e dias depressivos por causa do ódio na internet e isso é algo bem sério”, afirma.

Planos para o futuro

Minha relação com o Tik Tok não é uma brincadeira de adolescente, virou um trabalho”. É assim que o artista enxerga sua nova realidade na internet. Brenno já faz planos para evoluir seu conteúdo para outras plataformas, como a Twitch, e, assim, poder aproveitar toda a oportunidade que o mundo online oferece.

Minha relação com o Tik Tok não é uma brincadeira de adolescente, virou um trabalho.

O primeiro passo foi abrir seu canal no YouTube, sonho antigo que foi possível após o sucesso no Tik Tok. A ideia é fazer conteúdos de desenhos mais completos e elaborados, e também trazer mais da sua personalidade e história, que foi uma das chaves para conquistar os milhões de seguidores que ele acumula.

Ainda que tenha poucos recursos para fazer vídeos mais profissionais, a empolgação e desejo de ajudar novos artistas são o que move Brenno neste momento. Ele ainda está aprendendo a mexer nas novas ferramentas e usa o que tem em casa para criar conteúdo.

“Futuramente estou planejando algum curso gratuito de técnicas que posso passar aos meus seguidores em tutoriais, algo que eles pedem muito e não consigo fazer por causa do tempo. Vai ser bem bacana e acho que eles vão gostar”, conta.

Influência de Cuiabá

Arquivo Pessoal

Brenno Rigazzo

O jovem viralizou no Tik Tok após fazer um desafio de pontilhismo e já acumula milhões de seguidores

Apesar de Mato Grosso ser um berço de cultura e revelar diversos novos talentos ao longo dos anos, Brenno, nascido na Capital, não teve muita referência de artista de pintura e desenho que também eram criadores de conteúdo para internet no Estado.

Com várias artes feitas em sua conta no Tik Tok, o jovem também já usou sua regionalidade para retratar e chamar a atenção para os incêndios florestais que ocorreram no Pantanal este ano. Além de sempre destacar sua origem na Capital e, dessa forma, incentivar outros artistas da região a mostrarem seu trabalho.

Ele conta que diversos seguidores cuiabanos também falavam que não tinham essa referência de influenciador regional, tanto que ficaram surpresos ao descobrir que o influenciador não morava em São Paulo, grande nicho que abriga a maioria dos famosos que trabalham e tem sucesso na internet.

A representatividade foi instantânea entre eles e permitiu que muitos jovens artistas também sonhassem em receber reconhecimento nacional. Brenno destaca que este também é um de seus objetivos, encorajar pintores, desenhistas e outros talentos, que assim como ele antigamente, podem ter vergonha ou receio de mostrar aquilo que eles fazem de melhor.

O reconhecimento não é algo fácil, mas ainda sim o cuiabano afirma que é preciso tentar e se arriscar, porque ele mesmo tentou várias vezes antes de poder alcançar alguma fama com seus desenhos. Por isso ele deixa a dica.

“Usa sua inspiração, busca uma motivação e vai fundo. Tenta trazer algo diferente e que as pessoas vão gostar e não tenha medo de arriscar também. Antes de fazer os vídeos que faço agora, tentei vários outros estilos até começarem a gostar e me seguir. Hoje tenho liberdade para mostra o que faço e isso é muito bom. Então não desiste, acredite em mim, pode demorar, mas siga”, finaliza.

GALERIA DE FOTOS
Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal