TURISMO NO PANTANAL: Regras e controle para evitar contágio

0
95
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

REALIDADE:

O setor turístico de Mato Grosso foi um dos mais afetados pela pandemia causada pelo surto de coronavírus em 2020.

As queimadas no pantanal também declinaram parte dos visitantes frente à catástrofe ambiental; após meses de ‘seca’ em um ano que se acreditava promissor, os turistas declinaram em comparação com 2019.

ESPERANÇA:

Deixando 2020 para traz, a temporada de pesca 2021, que teve início dia 1º de fevereiro, deve movimentar 20% a mais de turistas em Mato Grosso do que em 2019.

A previsão é da Secretaria Adjunta de Turismo do Estado, que recebe anualmente cerca de 90 mil pessoas para a prática do esporte. Estimativas apontam que o Brasil tenha 6 milhões de praticantes e que o segmento movimente mais de R$ 1 bilhão, sendo o pantanal brasileiro um dos principais destinos para os esportistas.

Hoje pela manhã (12/02), o secretário Adjunto de Turismo de Mato Grosso, Jefferson Moreno, concedeu uma entrevista ao site Mato Grosso Total; “reafirmo que o sistema hoteleiro do estado deve se portar com todos os cuidados sanitários e as orientações de combate ao covid-19”, disse.

Segundo ele um dos atrativos para a movimentação de turistas no estado é a chegada da temporada de pesca.

Jefferson afirmou que os empresários se prepararam para receber hóspedes com todos os protocolos de biossegurança, que foram implementados desde o ano passado.

SUPERANDO DESAFIOS:

Com o rápido avanço da doença no ano passado, muitos turistas que já estavam com viagem marcadas e programadas tiveram que cancelar seus planos, e suas vagas foram remarcadas para 2021.

Apesar da nova variante do Covid, bem como os cuidados em combate a transmissão, alguns turistas estão firmes na opção de seguir viagem para o pantanal.

Somando as remarcações de 2020 com as novas procuras de 2021, o cenário parece ser de esperança ao setor turístico.

MEIA LOTAÇÃO:

A projeção boa do turismo para 2021, apesar de encantadora, deve ser visitas com ressalvas, pois os hotéis ‘lotados’ e pacotes já reservados obedecem ao decreto estadual e municipal que impedem o grande número de visitantes e exigem diversas medidas de biossegurança.

Segundo um gerente de hotel no pantanal de Poconé-MT, “As reservas são fechadas respeitando o limite imposto pelos decretos limitando 50% da capacidade,ou seja mesmo que lotarmos nossa capacidade que foi limitada em 100%, será somente 50% do que atendemos em 2019”, explicou.

POCONÉ:

Segundo o secretário municipal de turismo de Poconé, senhor Manoel Salvador; “O prefeito Tatá Amaral recomendou a nossa secretaria de realizar uma ação socioeducativa, com atenção a defesa do meio ambiente com orientações sanitárias e de biossegurança iniciando na região de Porto Jofre”, declarou Manoel.

A ação mobilizada pela secretaria de turismo de Poconé contará com apoio de profissionais da secretaria de saúde e secretaria de meio ambiente.

Está previsto para o final de semana de 20 de fevereiro, quando serão oferecidos testes rápidos de covid-19 para ribeirinhos, pescadores da colônia e funcionários da rede hoteleira. Com a presença de médico, técnicos ambientais serão ofertadas consultas e realizadas vistorias. A equipe cobrará dos turistas a apresentação de um teste negativo para Covid-19 para os mesmos permanecerem no município.

A ação será na segunda quinzena de fevereiro tendo em vista que a partir de então aumenta a presença de turistas devido abertura da pesca também em Mato Grosso do Sul.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.