PM acaba com festas clandestinas e aglomerações

0
508
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Final de semana agitado para Polícia Milita de Mato Grosso e as equipes volantes de fiscalização e combate ao covid e aglomerações.

Em Poconé (a 100 km de Cuiabá) a equipe flagrou uma festa com vários carros de som automotivos em uma chácara na sede da comunidade Bitencourt, a 4 quilômetros da cidade na Rodovia Professora Chiquinha (Poconé / Porto Cercado).

No local foi identificado aglomeração, as pessoas foram orientadas a dispersar e foram autuadas pelos policiais militares na tarde de domingo (21).

Na noite desta sexta-feira (19.03), policiais do Grupo de Apoio (GAp) do 22° Batalhão de Polícia Militar de Peixoto de Azevedo (a 691 km de Cuiabá), acabaram com duas aglomerações no mesmo bairro, o Liberdade, e conduziram 14 pessoas para a delegacia, quatro delas por tráfico de droga.

As ações ocorreram em ambientes distintos, uma residência e uma ‘boca de fumo’. Na primeira, uma festa clandestina, havia uma adolescente de 13 anos. No local os participantes consumiam bebidas alcóolicas e compartilhavam narguilé.

Além da condução de 10 pessoas por descumprimentos da Lei N°2.848, artigo 268, que trata da saúde coletiva e propagação de doenças, e das medidas restritivas do decreto estadual 836/2021, os policiais apreenderam motocicletas por suspeitas de irregularidades. As motos estavam estacionadas no local da festa, mas os supostos proprietários não se identificaram aos policiais.

Na outra ocorrência, no mesmo bairro, quatro homens foram presos por tráfico de droga. Uma equipe do Gap fazia rondas quando deparou com um homem já conhecido por seus antecedentes criminais e decidiu abordá-lo.

Ele correu tentando fugir, mas acabou sendo alcançado na entrada de uma casa onde havia outros três suspeitos. No local foram apreendidos oito porções grandes de maconha, uma balança de precisão e dois telefones celulares.

DENÚNCIA:

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 08000.65.3939. Nesse número sem custo de ligação, qualquer cidadão por informar situações suspeitas ou crimes.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.