36 C
Cuiabá
segunda-feira, 27 de setembro de 2021, 15:54
Slider
Início Revista 4o Poder Vereador de Poconé, participa cerimonia de ampliação de projeto de Equoterapia.

Vereador de Poconé, participa cerimonia de ampliação de projeto de Equoterapia.

0
202

por Walney Rosa

A duplicação da pista do Centro de Equoterapia e Equitação do Regimento Montado da Polícia Militar de Mato Grosso – Cavalaria, dará início ao projeto ‘Efeitos da equoterapia na inclusão social de crianças e adolescente imigrantes’ e a prática de volteio interativo. Noventa famílias passarão a ser atendidas no local.

Os projetos foram lançados na manhã de quarta-feira (21.07), com a presença do comandante-geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis, que destacou o trabalho ostensivo e a consolidação dos serviços sociais desenvolvidos pela unidade que é o embrião da corporação. Todas as medidas de biossegurança foram tomadas.

Representando o parlamento de Poconé, esteve o vereador Fábio Oliveira (DEM). O vereador possui em sua propriedade na comunidade Capão do Angico, em Poconé, os trabalhos sociais da Equoterapia Santa Clara, que foi fundada oficialmente em agosto do ano passado, tendo como sua principal atividade econômica é Atividades de Associações de Defesa de Direitos Sociais.

“Já recebemos em Poconé a visita de um Sargento da Cavalaria monitor de Equoterapia, para nos trazer experiência e orientação, outras visitas com a equipe de Poconé já foram feitas aqui no centro de Equoterapia de Cuiabá e nesse ato de ampliação dos trabalhos não poderia deixar de estar presente”, declarou Fábio.

Sobre o Centro de Equoterapia e Equitação do Regimento Montado da Polícia Militar o coronel Jonildo José de Assis destacou; “É um orgulho poder fazer parte dos avanços dessa unidade. Com a ampliação da pista, mais famílias poderão ser assistidas com as ações sociais que ajudam no desenvolvimento de tantas crianças de adolescentes”.

Na avaliação do comandante da Cavalaria, tenente-coronel Walmir Barros Rocha, a duplicação da pista enriquece ainda mais o corpo da tropa e a identidade do Regimento Montado e caminha diretamente à filosofia de Polícia Comunitária, obedecendo suas doutrinas e aproximando a Polícia Militar dos cidadãos.

A pró-reitora e coordenadora do Centro de Equoterapia da UFMT, Liziane Pereira de Jesus, conta que a unidade desenvolve um trabalho multidisciplinar de cunho filantrópico e prioriza a população de baixa renda.

Ela destacou o projeto ‘Efeitos da equoterapia na inclusão social de crianças e adolescentes imigrantes’ – que beneficia 10 crianças e adolescentes com idade entre 2 e 17 anos; “O trabalho vem sendo desenvolvido desde 2010 e junto com a Pastoral do Migrante estamos associando essa interação com o cavalo e vem surtindo efeito positivo de socialização com os participantes do projeto”.

Além do cunho social, o Centro de Equoterapia agrega uma série de projetos das mais diversificadas áreas, contribuindo e fomentando o ensino, a pesquisa e a extensão, pilares que orientam a conduta institucional. O espaço é voltado para famílias de baixa renda. Crianças com deficiência ou necessidades especiais são atendidas no espaço gratuitamente.

Participaram da solenidade, o subchefe de Estado Maior, coronel Calor Eduardo Pinheiro da Silva, deputado Ulysses Moares, oficiais, alunos e familiares da equoterapia e sociedade civil organizada. 

WALNEY ROSA