Gostou de “Round 6”? Então veja estas séries e filmes neste final de semana

0
48

Da Redação – José Lucas Salvani

 

“Round 6” se tornou um verdadeiro fenômeno. A série sul-coreana (ou dorama, no jargão mais correto) que traz 456 competidores em busca de um prêmio milionário se tornou a produção mais assistida da história da Netflix e o Olhar Conceito selecionou algumas séries e filmes “semelhantes” de algum modo. São produções que trazem violência brutal em sua trama, além de críticas à sociedade, em especial a sul-coreana e japonesa.

Leia também:

Alice in Borderland
Disponível na Netflix

Para abrir a lista, “Alice In Borderland” é a produção mais próxima de “Round 6”, assim como “Battle Royale”. A série japonesa é baseada em um mangá e traz um jovem desempregado que é viciado em videogames. Um dia, porém, ele acorda em uma Tóquio diferente da usual e percebe que foi inserido em um jogo mortal, sendo preciso seguir as regras à risca para sobreviver.

Batalha Real
Disponível no YouTube

Alguns jovens podem associar “Batalha Real” como uma versão japonesa de “Jogos Vorazes”, mas a produção, baseada em um livro, foi lançada em 2000. O longa-metragem coloca 42 em uma ilha deserta cuja única regra é matar para sobreviver ao longo de três dias.

D.P.
Disponível na Netflix

“D.P.” é a produção mais próxima da realidade nesta lista, mas não fosse das discussões críticas à sociedade sul-coreana – neste caso ao exército do país, que é obrigatório. Estrelado por Jung Hae In, o dorama acompanha um soldado que é designado a buscar pelos desertores do exércitos e trazê-los de volta à base para serem punidos. Em meio a busca, o protagonista se vê dividido ao começar a entender os motivos dos desertores abandonarem seus serviços.

Kingdom
Disponível na Netflix

Voltando para mundos fantasiosos, “Kingdom” aposta em zumbis durante a distância Jeon na Coreia do Sul. A trama acompanha o príncipe herdeiro do trono, designado para investigar uma epidemia que atingiu a população local. Não demora muito para que o personagem descubra o que a região está realmente enfrentando.

Sweet Home
Disponível na Netflix