Cuiabá bate Sport e sonha com vaga na Libertadores

0
119

Elton marcou, de pênalti, o único gol da partida, válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro

O Cuiabá conquistou nesta quinta-feira (14) três pontos contra o Sport, jogando em casa. O único gol da partida, válida pelo Campeonato Brasileiro, foi marcado pelo atacante Elton, de pênalti, no segundo tempo.

Com a vitória, o Cuiabá não só respira ainda mais na luta contra o rebaixamento, como sonha com uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. A equipe está na nona colocação, com 34 pontos, e na próxima partida, no domingo (17), enfrenta o Flamengo, no Rio de Janeiro. Enquanto isso, o Leão continua na zona de rebaixamento, com 26 pontos.

Após boas chegadas das duas equipes, Felipe Marques tabelou com Cabrera, invadiu a área e foi derrubado por Sander. Na cobrança, Elton bateu com estilo e abriu o placar para o Cuiabá. Logo depois, Clayson quase fez o segundo – em cobrança de escanteio, o camisa 10 surpreendeu Maílson e por pouco não marcou olímpico.

Na reta final, o Sport foi com tudo para cima em busca do empate, pressionando o Cuiabá na saída de bola. Assim, chegou em duas oportunidades com Mikael. Na primeira, o atacante testou para fora; na segunda, acertou a trave de Walter. O Cuiabá conquistou três pontos importantes no Brasileirão.

CUIABÁ 1 x 0 SPORT
Local: Arena Pantanal, Cuiabá-MT
Data/horário: 14 de outubro de 2021, às 19h (horário de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (MTR/RS)
Árbitro-assistente 1: Jorge Eduardo Bernardi (AB/RS)
Árbitro-assistente 2: José Eduardo Calza (AB/RS)
Quarto árbitro: Rafael Odílio Ramos dos Santos (CD/MT)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Dalonso Ferreira (Fifa/SC)
Gol marcado: Elton (23’/2ºT) (1-0)
Cartões amarelos: Max, Alan Empereur, Yuri Lima, João Lucas (Cuiabá)

CUIABÁ: Walter; João Lucas, Alan Empereur, Paulão e Uendel; Auremir, Camilo (Cabrera, 15’/2ºT), Pepê (Felipe Marques, 15’/2ºT) e Max (Yuri Lima); Clayson (Marllon, 36’/2ºT) e Jenison (Elton, 15’/2ºT). Técnico: Jorginho.

SPORT: Maílson; Ewerthon, Chico, Sabino e Sander; Marcão Silva, José Welison e Hernanes (Tréllez, 25’/2ºT); Gustavo Oliveira (Everton Felipe, 37’/2ºT), Everaldo (Paulinho Moccelin – Intervalo) e Mikael. Técnico: Gustavo Florentín.

Fonte: https://esportes.r7.com/lance