Rede Municipal realiza atividades pedagógicas com foco na equidade racial durante todo ano

0
100

Atividades foram prestigiadas pelo secretário nacional de Políticas Públicas de Promoção e Igualdade Racial, Paulo Roberto.

A criança não nasce com preconceitos, na maioria das vezes o racismo racial vem do ambiente social e familiar. Em Várzea Grande, as escolas e creches municipais possuem um Currículo Escolar que inclui e trabalha a igualdade racial, a diversidade de raças e a valorização do ser humano com atividades e debates durante todo o ano. “Atuamos na promoção da igualdade de oportunidades para todos os estudantes da educação básica, o que passa necessariamente por garantir os princípios da equidade racial na formulação do planejamento anual de atividades pedagógicas”, afirmou o secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Várzea Grande, Silvio Fidelis.

Em comemoração ao Dia da Consciência Negra, 20/11, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (SMECEL) promoveu a Semana da Diversidade com inúmeras ações em todas as unidades escolares. As atividades foram preparadas pelos alunos, professores e coordenações pedagógicas demonstrando a capacidade dos profissionais de Educação de Várzea Grande em promover uma gestão escolar que também valoriza a cultura, a história e a beleza negra.

Uma das ações teve a participação do secretário nacional de Políticas Públicas de Promoção e Igualdade Racial, Paulo Roberto. “Esse momento de parar para pensar no fato de que as mazelas de hoje decorrem de uma estrutura de descriminação, de preconceito e de racismo, por causa de políticas equivocadas que foram feitas no passado, especialmente nesse mês da consciência negra, é fundamental. O país precisa entender de fato e não só concicer com todo esse histórico de discriminação e desigualdade, que a Contituição Federal nos manda combater”, pontuou.

Paulo Roberto ainda acrescentou que “além de da aquisiçãode bens materiais o que está em primeiro lugar é a discussão de política de igualdade racial, que não está voltada exclusivamente para a população negra, mas também para as comunidades tradicionais como os ciganos, os circenses, os indígenas, quilombolas, pescadores artesanais, e outros. E levar ao gestor público as necessidades dessas populações, ajuda a fazer uma política em demandas especíificas e realmente necessárias evitando a injustiça social, é o que chamamos de política social horizontal”.

Na Semana da Diversidade da rede municipal se destacaram os eventos promovidos na EMEB Euraide de Paula localizada no Limpo Grande, com a produção de um vídeo com danças, na EMEB Ruth Martins Santana, com os alunos da educação infantil, na CMEI Professor Antônio Amorim de Campos, no bairro Mappin, com as turmas: 3 anos B; 2 anos B e 3 anos A onde as professoras: Edileuza, Beatriz e Belma trabalharam contação de histórias: “Cabelo de Lelê”, “Boneca Abayomi”, “Menina Bonita do Laço de Fita”.

O secretário Silvio Fidelis, em entrevista no Programa “Notícia de Frente, na TV Vila Real, sobre a Semana da Diversidade nas escolas municipais, comentou que embora seja comemorado no dia 20 de novembro o Dia da Consciência Negra, as escolas municipais fazem um trabalho permanente e diferenciado em relação a diversidade racial e no combate ao preconceito no ambiente escolar.

“Dentro do Currículo Escolar já são programadas ações de conscientização da igualdade racial, valorização da história, cultura e da beleza negra. A discussão se dá dentro da escola durante o decorrer do ano letivo”, explicou. Fidelis lembrou que durante toda esta semana que vai até o sábado, dia 20/11 quando é comemorado o Dia da Consciência Negra, foi realizada a Semana da Diversidade, com eventos nas creches e nas escolas municipais. As comunidades escolares produziram apresentações culturais de dança, teatros, músicas, contação de histórias na educação infantil, desenhos, criação de máscaras afros, oficinas de trança e penteados afros, entre outras.

“Contra o preconceito, os apelidos depreciativos, xingamentos que ocorrem no ambiente escolar nós levamos a autoestima, o respeito. O que fazemos é dentro do aprendizado pedagógico é manter durante todo o ano atividades positivas, rodas de conversas e até o envolvimento com as famílias. Também temos o envolvimento do Conselho Municipal da Igualdade Racial de Várzea Grande discute e trabalha ao lado da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esportes e Lazer com vários projetos voltado para a equidade racial e a valorização do ser humano”, relatou Silvio Fidelis.

A Cor da Cultura – Na sexta-feira, 19/11, a Escola EMEB Abdala José de Almeida, no bairro São Matheus realizou o evento “A Cor da Cultura”, com uma programação especial produzida pela escola com danças, música e teatro realizados pelos alunos. Também aconteceu um desfile da Beleza Negra com alunas que estavam com penteados afros. O evento é alusivo ao Dia da Consciência Negra e teve a presença do secretário de Educação de VG, Silvio Fidelis, professores e alunos.

A estudante Juliana Nascimento da Silva, 12 anos, do 5 Ano participou do desfile Beleza Negra e conta que nesta escola “me sinto valorizada e nunca fui xingada. Na escola anterior que estudei me chamaram de preta”, disse.

A coordenadora da escola, professora Aparecida Benetolli, explica que o evento teve o intuito de valorizar a cultura e a beleza negra e faz parte das atividades curriculares do mês de novembro, com base na lei 10.639/03 alterada pela Lei 11.645/08, que torna obrigatório o ensino da história e cultura afro-brasileira e africana em todas as escolas, públicas e particulares, do ensino fundamental até o ensino médio.

Ainda no começo da tarde desta sexta-feira, o secretário Nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (SNPIR/MMFDH), Paulo Roberto reuniu-se com os conselheiros do Conselho Municipal da Igualdade Racial de Várzea Grande e em seguida participou de um bate papo sobre a gestão escolar em benefício da igualdade racial com profissionais da educação do município. O debate ocorreu no Anexo II da SMECEL no bairro Jardim Marajoara.

Fonte: http://www.varzeagrande.mt.gov.br/