Wellington e Claudinei garantem 20 viaturas e equipamentos de ponta contra o crime organizado na fronteira de MT

    0
    38

    O presidente da República Jair Bolsonaro e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, oficializaram a entrega dos equipamentos

    A convite do senador Wellington Fagundes (PL), o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) marcou presença na solenidade de entregas do Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas (VIGIA), ocorrida nesta quinta-feira (25), no Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), Brasília (DF), que garantiu a destinação de 20 viaturas que atenderão a região de fronteira de Mato Grosso. Esse evento contou com a presença do presidente da República Jair Bolsonaro (sem partido), ministro Anderson Torres, outras autoridades e convidados.

    Essa conquista é uma das reivindicações da gestão do parlamentar que, como membro da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa, havia apontado a necessidade da substituição de viaturas para as forças de segurança da região de fronteira entre Mato Grosso e Bolívia, em especial aos polos regionais de Tangará da Serra, Pontes e Lacerda e Cáceres da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) de Mato Grosso.

    Além das viaturas, o governo federal também investiu cerca de R$ 70 milhões na aquisição de kits de atendimento pré-hospitalar tático, capacetes, placas balísticas, binóculo termal e óculos de visão noturna que dará mais segurança e visibilidade nas operações policiais. “Essa iniciativa do governo federal é espetacular. São resultados que vão contribuir no combate ao crime organizado, ainda mais, com equipamentos que possuem uma tecnologia de ponta e avançada”, comenta o deputado estadual.

    Fronteira 

    Um dos aspectos identificados por Claudinei foram as deficiências existentes na fronteira, em que as instituições de segurança careciam de apoio do governo federal devido terem veículos que foram adquiridos em 2012, por meio de um antigo convênio entre a Estratégia Nacional de Segurança Pública na Fronteira (Enafron) com os governos estadual e federal.

    “Infelizmente, grande parte dos veículos tiveram baixa ou estão parados por falta de manutenção. Outras viaturas voltam a funcionar, por meio de custeamento, com apoio ou parcerias – seja financiado pela sociedade civil organizada ou pelas prefeituras municipais. O tráfico de drogas na fronteira é intenso, roubo e furto de veículos que vão para Bolívia e são trocados por entorpecentes. Essas 20 viaturas vão fortalecer as instituições de segurança de Mato Grosso, fora os equipamentos a serem entregues para proteção de nossos policiais”, explicou o deputado.

    Ele aproveitou para parabenizar o senador Wellington e o deputado federal José Medeiros (Podemos) que também lutaram para essa conquista. “Esperamos que, nos próximos dias, as nossas forças de segurança da região de fronteira já estejam equipadas e com essas viaturas. Agradecemos também o empenho do nosso presidente Bolsonaro e do ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres”, declarou o parlamentar.

    Fronteira – Uma das principais atuações das forças de segurança na fronteira é o combate ao tráfico internacional de drogas e a apreensão de veículos roubados, sendo que no estado de Mato Grosso há uma área seca de 750 km e fluvial de 233 km de fronteira junto à Bolívia, o que totaliza 983 km e abrange cerca de 28 municípios.

    Informações:

    Samantha dos Anjos – Assessoria de Imprensa