Estádio Luthero Lopes pode não receber jogo de estreia do União na Copa do Brasil 2022 por descumprir exigências da CBF

    0
    80
    PROBLEMA NA ILUMINAÇÃO

    Da Redação – Pedro Coutinho Bertolini Foto: Matusalém Teixeira – Gcom

    Faltando pouco mais de um mês para o início da Copa do Brasil, o União de Rondonópolis corre o risco de iniciar na competição jogando fora de casa. Isso porque o Luthero Lopes, estádio do município que o time usa para sediar suas partidas, corre o risco de não cumprir os requisitos exigidos pela Confederação Brasileira de Futebol, no que diz respeito à qualidade da iluminação.

    Conforme o presidente do União, Reydner Souza, explicou ao Olhar Direto, clube e prefeitura municipal, por meio do seu prefeito José Carlos do Pátio, já estão trabalhando juntos para ajustar as luminárias do Luthero, que receberão investimentos de cerca de R$ 1,5 milhão nas obras.

    “Se a empresa tiver o material a pronta entrega eu acredito que da tempo. A prefeitura está fazendo o possível. Esse problema da iluminação existe desde 2000 quando construiu o estádio e o Zé Pátio sempre vem melhorando as condições”, disse

    Porém, num breve cálculo, a preocupação de Reydner se evidenciou, pois a Copa se inicia no dia 23 de fevereiro e, já licitada, as obras ainda aguardam os trâmites legais entre município e empresa para iniciarem. “Depois prefeito homologa ordem de serviço ai vai ate dia 10 de fevereiro. A empresa tera praticamente 10 dias pra executar o serviços. Acredito que dá tempo”, pontuou.

    A preocupação com a iluminação do Luthero gira em torno das exigências requisitadas pela CBF para a transmissão dos jogos da Copa pela televisão. O União, que caiu no Pote E do sorteio, terá vários times da primeira divisão como possíveis adversários e, por isso, o presidente do clube acredita que vários jogos terão que ser televisionados, obrigando o estádio a se adequar às exigências.

    Perder a posição de mandante jogando em casa em partidas contra adversários do alto escalão pode ser prejudicial para o clube de Rondonópolis que tem na Copa do Brasil importante chance de se alçar no cenário nacional do futebol. Divido entre o sentimento ruim pela possibilidade de perder a posição em jogos grandes como esse e, por outro lado, feliz em ver o empenho da prefeitura com o estádio, o presidente do União finalizou: “Tirar um jogo tao importante desse a gente fica triste, por outro lado alegre porque a prefeitura tá reparando essa iluminação depois de 21 anos. São fatores importantes mas se não houver esse jogo nos vamos passar de fase e teremos outro”.

    MT na Copa

    Três times de Mato Grosso representarão o estado na Copa do Brasil 2022. O Cuiabá, que caiu no Pote B do sorteio, vai enfrentar as equipes do F, composto por ASA-AL, Bahia da Feira – BA, Cascavel-PR, Atlético-BA, Rio Branco-AC, URT-MG, Portuguesa-RJ, Castanhal-PA, Sousa-PB e Porto Velho-RO.

    O União caiu no pote E, que enfrentará adversários do A, composto por Grêmio, São Paulo, Santos, Internacional, Ceará, Cruzeiro, Atlético-Go, Chapecoense, Vasco e Sport. Vale ressaltar que todos são times da primeira divisão do campeonato brasileiro e que, por isso, o time de Rondonópolis terá árdua missão pela frente na ccopa.

    O Operário de Várzea Grande está no Pote G e enfrentará equipes do C, composto por Sampaio Corrêa, Paraná, Operário-PR, Guarani, Criciúma, Brasil de Pelotas, Náutico, Londrina, Paysandu e Figueirense.