5 mil pessoas participam do ‘2º Festival Mato-grossense de Choro’ que reuniu embaixadores do ritmo no Brasil

0
39

MOMENTO HISTÓRICO 

Evento colocou no mesmo palco personalidades reconhecidas nacionalmente por defender os sons do gênero musical 

Sob a luz dos holofotes no palco montado no jardim do Sesc Arsenal, a música foi a grande protagonista. Cerca de cinco mil pessoas assistiram apresentações únicas, nos dias 16 e 17 de setembro, no Sesc Arsenal, em Cuiabá, durante o ‘2º Festival Mato-grossense de Choro’, evento promovido pelo Sistema Fecomércio-MT por meio do Sesc-MT. Personalidades regionais e nacionais, reconhecidas como embaixadores do ritmo, se reuniram para engrandecer o gênero musical.

O público ouviu as apresentações do vencedor do Grammy Latino, o bandolinista Hamilton de Holanda, que dividiu o palco com o pianista Felipe Viegas e o baterista Big Rabello, congelando os olhares em uma performance épica.

Entre os nomes nacionais presentes, também está a dupla Eduardo Neves e Rogério Caetano. No ‘duo’ compartilhado com os visitantes, o som doce e rápido da flauta de Eduardo fez um casamento perfeito com o violão de Caetano.

O Núcleo de Choro da Polícia Militar de Mato Grosso, a Orquestra Cuiabana de Choro, Márcia Oliveira e a ‘UFMT em Cordas’ foram os representantes locais que inebriaram a plateia com interpretações do estilo a partir de uma leitura influenciada pela cultura mato-grossense.

O presidente da Fecomércio-MT, José Wenceslau de Souza Júnior, ressalta que o objetivo do evento foi o de integrar a cidade dentro do circuito musical do ‘choro’ no Brasil, transformando o Sesc Arsenal em um local de referência para os mantes do gênero.

“A intenção é promover esse estilo musical, apresentando sua riqueza histórica e os nomes da atualidade que o representam. Preservar as bases da cultura, da música e da história dos locais em que está inserido é uma das missões do Sesc Mato Grosso e estamos satisfeitos com o resultado do festival”, fala o presidente.

O Sesc-MT preparou uma setlist com uma seleção especial do choro para você curtiu e matar as saudades do festival. Escute aqui: https://bit.ly/top10choro

Drinks temáticos 

O lounge do Senac-MT apresentou drinks temáticos, criados especialmente para o festival. Bandolim, saxofone e piano, instrumentos que são a base do choro foram homenageados com nomes das bebidas, preparadas por profissionais do segmento de bares, formados em cursos da instituição.

Solidariedade 

O 2º Festival Mato-grossense de Choro também foi desenvolvido com um motivo social, no primeiro dia, foram realizadas as oficinas ‘A Linguagem do Choro no Piano – Diálogos com a Música Atual’ com Felipe Viegas e ‘Técnicas de Gravação no Estúdio de Bateria’ com Thiago Big Rabello. A inscrição foi solidária, os interessados foram convidados a doar alimentos não perecíveis para o Sesc Mesa Brasil, projeto que busca combater a fome e o desperdício.

“Promover oportunidades de aprendizagem foi uma das metas. Nas oficinas, os alunos foram instruídos por músicos gabaritados e experientes que compartilharam segredos profissionais que, com certeza, impulsionaram os participantes. Além disso, os inscritos também contribuíram com o Sesc Mesa Brasil que atende organizações sociais espalhadas pelo estado”, finaliza Carlos Rissato, diretor regional do Sesc-MT.

*O Sistema S do Comércio, composto pela Fecomércio, Sesc, Senac e IPF em Mato Grosso, é presidido por José Wenceslau de Souza Júnior. A entidade é filiada à Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), que está sob o comando de José Roberto Tadros.