Campanha Boa Ação é Doação arrecada leite materno capaz de alimentar centenas de bebês

0
46

Em alusão a campanha Agosto Dourado, que incentiva o aleitamento materno, a Sala de Amamentação Ernestina Ferreira promoveu a segunda edição da campanha Boa Ação é Doação- Leite Materno, na Câmara Municipal de Cuiabá.

Cerca de 12 lactantes compareceram na Casa de Leis para fazer a doação, ao todo, foram arrecadados 4,7 litros de leite, que serão doados à Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal que atende bebês recém nascidos e prematuros no Hospital Geral.

Mãe da Catarina, de três meses e meio, a secretária Jéssica Costa participou pela segunda vez da Campanha. “A amamentação é extremamente importante porque ela fortalece o elo entre a mãe e o bebê e ajuda a suprir as necessidades dos recém nascidos que tanto precisam desse alimento, que não se compara com uma fórmula”, comentou.

O coordenador do Banco de Leite Humano do Hospital Geral, Marcus Vinícius, ressaltou a importância do leite materno e da necessidade da doação que pode ajudar muitas vidas.

“Não é preciso grande quantidade de leite para trazer vida para essas crianças, são crianças que necessitam de pouca quantidade de leite. Por mais que façamos essa conscientização com as mães sempre há falta de leite, que é um alimento ouro, é o primeiro alimento que a criança recebe, é ele que tem a possibilidade de fazer com que a criança dobre o seu crescimento”, afirmou.

O coordenador do Aleitamento Materno da Secretaria de Estado de Saúde (SES), Rodrigo Carvalho, comentou que por meio do Ministério da Saúde é possível certificar a Sala de Amamentação Ernestina Ferreira Nascimento.

“Uma das estratégias de políticas públicas do Ministério da Saúde é a Mulher Trabalhadora que Amamenta, que visa garantir os direitos das gestantes e lactantes, além de estimular os empregadores a ter um espaço acolhedor para as lactantes. O Ministério da Saúde tem essa estratégia e ele certifica as salas de apoio, se as salas estiverem de acordo com as recomendações do guia para a Sala de Apoio à Amamentação é possível fazer essa certificação. Já podemos iniciar o processo de cadastro da Sala no sistema, fazer uma visita técnica e iniciar o processo de certificação ainda esse ano”, explicou.

A coordenadora da Sala da Mulher, Jéssica Fernandes, frisou que futuramente a Sala de Amamentação será um ponto de coleta de leite materno.

“Para recebermos esse material é preciso um armazenamento específico, precisa de pessoas técnicas para receber esse alimento, é algo que estamos estudando, em breve queremos sim que a Sala de Amamentação da Câmara de Cuiabá seja um ponto de coleta”, destacou.

Secom Câmara

Foto: Secom CMC