EM MEIO À PANDEMIA Tabacaria promove aglomeração e ironiza fiscalização em postagem nas redes sociais

    0
    151

    Da Redação – Marcos Salesse Foto: Montagem / Olhar Direto

    Moradores e frequentadores do bairro Boa Esperança, em Cuiabá, notaram nas últimas semanas uma crescente no número de pessoas que buscam alguns dos bares da região. Um desses estabelecimentos, conhecido como Dukhan Tabacaria, tem sido apontados como um dos pontos de aglomeração na região, com um grande número de clientes sem máscara e desrespeitando as medidas de biossegurança. Em um vídeo, publicado no início do mês pela própria administração do espaço, é possível ver o momento em que os clientes comemoram a saída de equipes da fiscalização.

    No vídeo é possível ver diversas pessoas desrespeitando o distanciamento entre as mesas, além de não utilizarem máscaras de proteção. Na legenda do registro, o estabelecimento ironiza a presença dos fiscais enquanto mostra o público aglomerado em variados pontos da tabacaria.

    A reportagem entrou em contato com uma pessoa que frequenta outros estabelecimentos da região, e que preferiu não se identificar, para falar sobre a situação. De acordo com esta pessoa, o local já foi denunciado diversas vezes, mas até o momento nenhuma ação de fiscalização surtiu efeito. “Em uma única noite já cheguei a fazer 12 denúncias no 190 e nada aconteceu”, afirmou.

    Entre as principais queixas estão o desrespeito ao distanciamento entre as mesas, superlotação do espaço e falta de máscara. “Lá não vejo ninguém com máscara, inclusive nem as pessoas que trabalham no bar. Em uma das sextas-feiras eles chegaram a fechar a rua que fica na lateral do bar, chegaram a colocar até cadeira lá”, comentou.

    Questionada sobre as fiscalizações que já aconteceram no local, a pessoa frequentadora afirmou que apesar da visita dos fiscais, até o momento nenhuma medida efetiva foi tomada. “Já vi a fiscalização ir lá sim, eles chegam a dar aquela disfarçada no pessoal, mas não surte efeito. Sei que existem muitas denúncias que fazem de lá e nada acontece”, finalizou.

    O que diz a prefeitura 

    Em contato com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Sorp) ficou constatado que o bar já recebeu duas multas por descumprimento das medidas de biossegurança, sendo uma no dia 25 de julho e outra em 2 de julho. Ao todo foram aplicados R$ 6 mil reais em punições para o estabelecimento.

    Sobre o vídeo a Pasta afirmou que lamenta o ocorrido e repudia a ação da tabacaria em satirizar o trabalho dos fiscais. “A Sorp lamenta que apesar das mais de 3.359 mil vidas ceifadas pela Covid-19, o comportamento desrespeitoso às medidas de biossegurança seja exposto em redes sociais, como ‘brincadeira’ aos trabalhos dos mais de 50 fiscais ligados à Pasta”, declarou.

    Ainda de acordo com a nota, a administração municipal reiterou que mesmo com a vacinação, é fundamental que as pessoas continuem respeitando as medidas de biossegurança. “Mesmo diante de um cenário onde a vacinação é uma realidade,  é fundamental que os cidadãos cuidem-se e permaneçam observadores a legislação vigente e que tem o intento de salvar e proteger vidas”, disse.

    O que diz o estabelecimento 

    A reportagem entrou em contato com o estabelecimento, mas até o fechamento desta matéria não obteve resposta. O espaço segue aberto para a empresa se manifestar.

    Veja os registros: