LANÇAMENTO DE LIVRO Sesc em Cuiabá, é acusado de discriminação após cancelar evento com drag queen

    0
    103

    Khayo Ribeiro khayo@gazetadigital.com.br Reprodução / Redes sociais

    Sesc Arsenal é acusado de discriminação após cancelar o lançamento do livro “Versa – Bardos em Linhas” pelo fato de uma das autoras da obra ser uma drag queen. O evento já havia sido adiado uma vez e seria realizado na unidade em Cuiabá no final deste mês.

    O livro, que reúne diversas poesias em sua composição, conta com obras escritas por 18 pessoas, dentre elas a drag queen Nelly Winter.

    À reportagem, a artista apontou que o cancelamento do evento foi feito na quarta-feira (3), exatamente após o Sesc ser comunicado que uma das escritoras era uma artista da arte drag.

    Conforme explicou Nelly Winter, o evento foi organizado pela Umanos Editora com o Sesc há meses e seria inicialmente realizado em julho deste ano. Contudo, a data foi adiada para o dia 31 de agosto.

    No momento de fechar os últimos detalhes do evento, a editora repassou ao Sesc uma ficha técnica com informações sobre os escritores informando, dentre outros pontos, a confirmação da presença de Nelly Winter.

    Ao verificar que uma das artista era drag queen, a comunicação do Sesc teria anunciado que o evento não poderia ser realizado pelo fato de a gestão atual ser conservadora e não estar contratando artistas LGBTQIA+, sobretudo em um ano eleitoral.

    Discriminação

    “Indignação, porque o Sesc que deveria ser o berço da propagação da cultura em Cuiabá e em Mato Grosso me censurou. E não me censurou sozinha, como também censurou 18 poetas que escreveram comigo”, disse a drag queen.

    “Não foi liberado o evento após meses de negociação apenas pelo fato de ter uma drag queen no evento, que sou eu. Então, se eu não posso expressar minha arte, duas vezes no caso, a arte drag e a literária, o que me resta? Indignação”, acrescentou.

    A editora também se manifestou por meio de nota e saiu em defesa da artista, apontando que o Sesc agiu com discriminação e faltou com os valores humanos. No comunicado, disponível na íntegra no rodapé da matéria, a Umanos pede respeito à diversidade.

    Questionada pela reportagem sobre o lançamento do livro, a drag queen informou que a editora está negociando para que o evento seja realizado no Goiabeiras Shopping. Contudo, a data oficial do lançamento não foi decidida.

    Nelly Winter apontou também que estuda, juntamente com a editora e um conjunto de advogados, a possibilidade de acionar o Sesc judicialmente sobre o caso.

    A reportagem entrou em contato com a comunicação do Sesc sobre o assunto. Contudo, até a publicação da matéria, não houve resposta por parte da assessoria. O espaço segue aberto para manifestação.

    Vídeo compartilhado pela drag queen no Instagram sobre o cancelamento:

    Nota divulgada pela editora:

    A Umanos Editora manifesta repúdio ao ato de cancelamento do evento no qual seria  lançada a obra literária com o título “Versa – Bardos em Linhas”, escrita por 18 poetas, gênero poesia, por parte do SESC Arsenal, do sistema SESC Mato Grosso, pelo fato de uma das escritoras ser uma artista Drag Queen.

    O repúdio a este ato se dá pelo fato de que a Literatura, enquanto expressão da arte, deverá sempre perpassar pela via da liberdade. A justificativa dada pela equipe da referida entidade foi a de que dentro do espaço público que possui, em Cuiabá, não pode ter apresentação ou manifestação de artistas ligados à comunidade LGBTBTQIA+, como homem que se traveste de mulher, seja em nome da arte Drag ou da literatura, com alegação de que o local se trata de um ambiente conservador, assim como  o público que lá frequenta.

    Entendemos esse episódio como fato que caracteriza discriminação e preconceito, em nome de meras políticas organizacionais e não pautado em valores humanos. Nossa posição é contrária a LGBTfobia, portanto dizemos NÃO a essa postura e expressão. Entendemos que, assim como na literatura, há uma diversidade de gêneros, será preciso que haja o respeito à diversidade do gênero humano.

    Cuiabá, 04 de agosto de 2022.