Mercado do sorvete movimenta mais de R$ 13 bi no Brasil

0
43

Nutricionista traz dicas para consumir a sobremesa de forma saudável e sem culpa

O dia 23 de setembro é o Dia do Sorvete, que com seus variados sabores adoça a vida dos apreciadores da sobremesa. A data foi criada pela Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (ABIS), e segundo informações da entidade, coincide com o início da Primavera para estimular as vendas do setor, que só no Brasil é representado por mais de 10 mil empresas produtoras de sorvetes e gelatos (sorvete italiano), com faturamento acima de R$13 bilhões por ano, gerando 300 mil empregos diretos e indiretos.

E para consumir a sobremesa sem culpa e de forma saudável, a professora do curso de Nutrição da Estácio, Marcella Tamiozzo, traz informações importantes para aqueles que temem sair da dieta para mergulhar no prazer de um bom sorvete.

Segundo a nutricionista, o sorvete industrializado contém açúcar em excesso e gorduras trans – que devem ser consumidos moderadamente por pessoas portadoras de diabetes e dislipidemias, além de aditivos como corantes e saborizantes artificiais.

– Somado a isso, a sobremesa tem o valor calórico bem elevado, desfavorecendo quem deseja perder peso. Os aditivos, como corantes e saborizantes, conhecidos na comunidade científica como neurotoxinas, podem causar danos ao cérebro e ao sistema nervoso. Além disso, também podem causar alergias, problemas intestinais e estomacais, quando consumidos em excesso. Claro, tudo isso se o sorvete for consumido em excesso e com frequência, frisa Marcella Tamiozzo.

Para quem não quer abrir mão de um bom sorvete ou gelato naqueles dias quentes de primavera ou verão, a professora apresenta algumas dicas importantes:

– Quando consumido moderadamente, o sorvete traz alguns benefícios para a saúde. Do ponto de vista nutricional, apesar da grande quantidade de açúcar e gordura e da presença de aditivos, ele é considerado um alimento bem nutritivo, sendo fonte de proteínas, carboidratos, lipídios, vitaminas A, B1, B2, B6, C, D, E e minerais como cálcio e fósforo, entre outros, afirma.

Segundo Marcella, as opções mais saudáveis são os sorvetes de frutas, preparados com água, sem adição de açúcar, que contêm menos gordura e calorias, pois além de serem mais leves, ajudam na hidratação e podem ser consumidos por pessoas intolerantes à lactose.

Sorvete preparado em casa

Para quem ficou tentado a tomar um sorvete e quer opções baratas e artesanais, a professora de Nutrição da Estácio diz que é possível preparar a sobremesa em casa, e indica duas receitas fáceis e rápidas:

SORVETE CASEIRO DE MORANGO
Ingredientes:
•        2 bananas grandes congeladas
•        1/2 xícara de morango picados congelados
•        100 ml de iogurte desnatado opcional (ou grego)
Modo de Preparo:
1.       Congele a banana e o morango na noite anterior
2.       Coloque as frutas congeladas dentro de um processador de alimentos ou em um liquidificador (porém o liquidificador deixará o seu sorvete um pouco mais mole)
3.       Bata tudo até ficar cremoso

SORVETE DE BANANA CONGELADA FIT
Ingredientes:
•        3 bananas nanicas congeladas
•        1 colher de sopa de pasta de amendoim
•        Nibs de cacau e amêndoas trituradas a gosto
Modo de Preparo:
1.       Congele as bananas cortadas em rodelas durante 2 a 3 horas.
2.       Tire as bananas do congelador no momento de preparar a receita.
3.       Coloque as bananas congeladas no liquidificador ou processador com a pasta de amendoim e bata até ficar cremoso. Em seguida acrescente os nibs a esta massa.

Patrícia Belarmino