Onça-pintada trava batalha com jacaré na água no Pantanal mato-grossense e perde a luta

0
81
Uma onça-pintada atacou um jacaré no Pantanal mato-grossense, em Porto Jofre, no Parque Estadual Encontro das Águas, mas não teve tanta sorte. O jacaré conseguiu escapar do ataque ao fazer um movimento rotativo e mergulhar para longe do felino.

A cena foi gravada pelo veterinário Jorge Salomão durante visita ao Pantanal no ano passado. O vídeo começou a repercutir nas redes sociais (veja acima).

Ele estava conhecendo o ecossistema e monitorando as onças, quando foi surpreendido pelo ataque da onça ao jacaré.

A bióloga Lorena Castilho explicou que as onças são habilidosas na água, apesar de serem felinos.

“Provavelmente a onça mergulhou para pegar o jacaré. Elas são exímias nadadoras, mesmo sendo felinos. Esse movimento rotativo é um mecanismo de defesa do jacaré para se livrar da onça porque a mobilidade dele é mais limitada. Ao que parece, ele consegue se livrar dela. A onça mobiliza ele pelo pescoço. Pode ser uma onça jovem, que ainda não está tão preparada ou só não era tão forte quanto o jacaré nesse caso”, disse.

O ataque natural faz parte da manutenção da cadeia alimentar, segundo ela.

“A população de jacarés aumenta bastante no Pantanal e há poucos os predadores dessa espécie, e a onça é uma delas. É um ataque natural de um predador para a presa, o que mantém a cadeia alimentar”, afirmou.

A bióloga também disse que cenas como essa são boas até mesmo para o turismo, porque impressiona os turistas.