Saúde confirma circulação de nova subvariante da Covid em MT

0
29

Sequenciamento genético feito pelo Lacen confirmou presença da subvariante em 3 amostras de Cuiabá

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) confirmou nesta quarta-feira (23) ter detectado a presença da nova subvariante da Ômicron da Covid-19, a chamada BQ.1, em amostras em Mato Grosso.

 

O Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) realizou um exame de sequenciamento genético de três amostras colhidas neste mês de novembro em Cuiabá e detectou a presença da subvariante. É a primeira vez que ela é detectada em amostras colhidas em Mato Grosso.

 

As amostras para análise são de casos aleatórios, portanto não há informações sobre a identidade dos pacientes. Geralmente, essa identificação genômica do vírus é feita para uma pequena parcela das amostras, que servem para apontar uma circulação maior.

 

Segundo a Secretaria, esse resultado dá um parâmetro de realidade de circulação de todo o Estado, ou seja, reflete que a subvariante já está em circulação por outros municípios. A própria Secretaria admite que a BQ.1 possa ser a grande causadora do aumento do número de casos das últimas semanas.

A Secretaria informou que monitora as taxas de contaminação e ocupação hospitalar pela Covid-19 em Mato Grosso e, se necessário, trabalhará novas medidas para serem implementadas.

 

Nesta quinta-feira (23), a Secretaria deve se reunir para deliberar sobre a volta do uso de máscaras em Mato Grosso por conta do aumento de casos.

 

Em entrevista ao MidiaNews, na semana passada, a médica infectologista Marcia Hueb já havia destacado que a melhor medida preventiva continuava sendo a vacinação com as doses iniciais e os reforços recomendados.

 

Medidas como o uso de máscaras em ambientes fechados e evitar aglomerações também continuam válidas contra essa variante.

Covid-19 em Mato Grosso

 

Segundo o Painel Epidemiológico de Covid-19 da SES, foram registrados 709 casos e dois óbitos por Covid em Mato Grosso nos últimos 14 dias, acumulando o total de 841.332 casos registrados e 15.256 mortes, sendo que 824.979 estão recuperados da doença.

 

Nos 14 dias anteriores haviam sido registrados 207 casos, menos da metade das duas últimas semanas.

https://www.midianews.com.br/cotidiano